Binderianos no IAB Mídia 2008

Renata Barbosa (Atendimento), Natalia Pinheiro (Criação), Vanessa Carota (Mídia Online) e Margareth Vasconcellos (Atendimento Web) foram conferir as tendências apresentadas no IAB MEDIA 2008, realizado nessa quinta-feira, 28 de agosto, no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro. O encontro discutiu a importância dos planos de comunicação incluírem cada vez mais as mídias interativas, em um cenário em que a internet e a interatividade estão mudando o hábito de consumo de mídia da população, sobretudo com o aumento da audiência na classe C.

Janete Shineguawa (diretora do IBOPE/NetRatings), Guilherme Ribenboim (diretor geral do Yahoo!), Martino Bagini (VP do IAB Brasil), Marcelo Prais (diretor de interatividade da JWT) e Adriana Knackfuss (Gerente de Marketing Digital da Coca-Cola) foram os palestrantes do evento. Confira aqui as impressões dos representantes da Binder/FC+M:

Natalia Pinheiro (Criação):
”Achei interessante quando a Janete Shineguawa falou de um mecanismo de pesquisa em Redes Sociais (Orkut, no caso). Como muita gente mente no perfil na hora de dizer onde mora, eles desenvolveram um método que identifica o local a partir do cruzamento das informações das comunidades dessa pessoa. Ou seja, se você tem uma comunidade chamada “Sou Flamengo até morrer”, “Amo o Rio” ou “Adoradores da Lapa”, eles têm como dizer que você é do Rio de Janeiro. Mas a palestrante lembrou que esse estudo das Redes Sociais retrata o cenário do momento e não deve ser encarado como uma tendência.”

Margareth Vasconcellos (Atendimento Web):

“Acho que um ponto interessante comentado no evento é a crescente penetração das classes sociais C e D na internet nos últimos tempos e que, no Rio de Janeiro, 42% dos internautas estão na classe C. Em contrapartida, senti falta das especificações de quem se enquadra exatamente nas classes C e D. Outro ponto de destaque foi a apresentação de como a internet tem alcançado credibilidade, a ponto de sobrepor outros meios de comunicação. Um exemplo que foi usado para esta questão foi bem interessante: uma foto da Avenida Paulista à noite com seus engarrafamentos e pedestres e outra, do dia 15 de maio de 2006, da mesma avenida, quando integrantes do PCC aterrorizavam os moradores. Mesmo a mídia televisiva tendo anunciado que tudo estava tranqüilo, os comentários em blogs e e-mails trocados entre colegas temendo ficar na rua foi mais forte e fez com que a Av. Paulista ficasse deserta naquele dia.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s