Arquivo da tag: kindle

Editoras x E-books

Esse mês, o jornal Valor publicou uma notícia do The Wall Street Journal abordando a mudança que essa nova tendência de livros eletrônicos vem causando no mundo.

A norte-americana Karen McQuestion, durante 10 anos, tentou publicar seus livros. Há um ano decidiu publicar uma de suas obras, A Scattered Life, por conta própria na internet e em apenas 11 meses vendeu 36.000 livros eletrônicos para o Kindle, o aparelho da Amazon para e-books.

Isso reforça a esperança e torna possível que muitos outros escritores publiquem suas obras.     E por trás de tanta modernidade, cresce a venda de obras digitais, sobretudo a de aparelhos eletrônicos que facilitam lê-las.

Em 2009, por exemplo, as vendas de livros nos EUA caíram 1,8%,  para US$ 23,9 bilhões, em contrapartida as de e-books triplicaram, para Us$ 313 milhões, segundo a Associação de Editores Americanos.

Alguns analistas se arriscam em dizer que a venda de e-books pode chegar a compor até 25% do mercado de livros em apenas dois anos o que leva a uma questão importantíssima: o que será feito das editoras? Existe uma solução: adaptação ao mercado.

No Brasil, o Clube de Autores permite aos usuários publicarem suas obras gratuitamente. Funciona da seguinte maneira: você “sobe” sua obra e escolhe o quanto quer ganhar por venda, depois você pode disponibilizá-lo na loja virtual sem pagar nada. O autor recebe seus direitos autorais após acumular R$ 100,00.  O site explica que quando o livro é comprado, o pedido vai diretamente para gráfica que por vez, imprimi uma a um, finaliza e despacha para o comprador.

Já a Editora Singular funciona de uma forma um pouquinho diferente. Disponibilizam 3 pacotes: gratuito, clássico e profissional. Em todos os pacotes, o autor conta com a escolha do preço de venda e lucro de até 20% a mais com base no preço de capa e plataforma de publicação totalmente online. O que os diferenciam é que nos pacotes Clássico e Profissional o autor conta com o selo editorial Prestígio. Mas apenas no Profissional, é produzido um editorial completo. Para saber mais, visite o site  http://www.lojasingular.com.br.

Anúncios

Mídias Sociais: mania ou revolução?

Mídias Sociais surgem como a mais nova forma de democratização de conteúdo, e a cada momento que se passa, somos surpreendidos com números exuberantes, e que só vêm crescendo, de acessos a vídeos, usuários em uma ou outra rede, novos aplicativos, novas aplicabilidades e muito mais.

Se pararmos pra pensar que o mundo levou 13 anos para conseguir fazer com que a televisão atingisse 50 milhões de telespectadores, e que em apenas 1 ano o Facebook conseguiu reunir 200 milhões de usuários, entendemos a real força desta nova mídia.

É espantador imaginar que as vendas de ebooks para Kindle superaram as vendas de  livros em papel no Natal, e tudo indica que isto possa tornar-se uma tendência universal, com o passar do tempo.

As mídias sociais trazem notícias, marcas e produtos até o internauta, sem este precisar nem ao menos buscá-las. Há quem pense que esta nova mídia não passa de uma mania global, mas o vídeo a seguir comprova, mais do que nunca, que devemos tomá-la como uma mudança fundamental na forma de comunicação.